Em abertura do XIV Congresso de Direito da UFSC, presidente da OAB/SC ressalta importância do debate em busca de perspectivas à advocacia

15/05/2019 - Geral

IMG-20190515-WA0002.jpg

Teve início nesta terça-feira (14) a noite, o XIV Congresso de Direito da UFSC. Maior congresso gratuito de Direito do país, o evento  ocorre até a sexta-feira, 17 de maio e é organizado por estudantes da UFSC. Durante a abertura da 14ª edição, o presidente da OAB/SC, Rafael Horn, reafirmou a parceria entre a faculdade de Direito da UFSC e a Seccional e enalteceu a importância do fomento pela democratização do conhecimento jurídico de qualidade.

“Essa parceria mostra que tanto OAB/SC, quanto a Universidade estão preocupadas com a democratização do conhecimento jurídico de qualidade e, principalmente, em preparar estudantes e operadores do Direito para o futuro das profissões jurídicas propiciando eventos como esse, gratuitos. Por meio desses eventos, estamos suprindo um grave problema que é a falta de qualidade que atinge parte significativa dos 1.400 cursos de Direito, frutos de um estelionato educacional, patrocinado pelo Ministério da Educação.”, ponderou o presidente da Seccional.

Horn ainda afirmou que só por meio do debate será possível propor melhores perspectivas para o exercício da advocacia e, com isto, soluções jurídicas para o futuro do país. “A responsabilidade de entidades históricas como a OAB e a UFSC, que têm como uma das suas missões o aperfeiçoamento do conhecimento jurídico, é unir esforços e conectar estudantes e operadores do direito com que há de melhor no meio jurídico nacional, fazendo debate de alto nível, como os que serão apresentados aqui, nesse congresso”, ressaltou.

O evento, que ocorre até a sexta-feira (17) contará com painéis compostos por juristas, tais como a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia Antunes Rocha, ex-ministro do STF, Francisco Rezek, o procurador de Justiça e professor Nelson Rosenvald e o doutor José Eduardo Cardozo.

Durante estas mais de oito décadas de existência, o Centro Acadêmico XI de Fevereiro (CAXIF) foi berço de líderes políticos, grandes juristas e exímios estudiosos forenses. Deles partiram grandes vitórias, derrotas e confrontos por uma maior qualidade de ensino e reconhecimento dos profissionais de Direito do País.

Assessoria de Comunicação da OAB/SC


Últimas notícias