Economia anual de R$ 2 milhões foi caminho para a sustentabilidade financeira

25/09/2018 - Geral

Fachada OABSC.jpg Sede registrou economia com despesas fixas de custeio e folha salarial

A diretoria da OAB/SC estabeleceu uma série de medidas desde o início de 2016 para garantir o equilíbrio das contas e sustentabilidade financeira para a Seccional. O presidente da OAB/SC, Paulo Marcondes Brincas, aponta diferentes frentes de trabalho e grandes iniciativas para o cumprimento desta meta, como a criação do portal online de cotação e compras de bens e serviços, por meio do qual todos fornecedores do Sistema OAB têm de se submeter e participar de uma espécie de leilão virtual. 

Foi realizada, ainda, uma ampla revisão dos contratos que estavam em vigor desde 2016, com o objetivo de cortar ou renegociar despesas fixas. Com o procedimento, foram alterados ou cancelados cerca de R$ 900 mil/ano em contratos desde então. Outro destaque neste trabalho foi a implantação da rede de intranet, que se tornou um dos principais canais de comunicação entre a Seccional e as Subseções e Comissões, o que também eliminou o uso de papel em várias atividades rotineiras.

Apenas em despesas como água, Correios, energia elétrica, telefonia e folha salarial, a redução entre 2016 e 2017 representou mais de R$ 300 mil/ano para a Seccional. Itens como telefonia caíram para a metade, por exemplo, passando de R$ 222,4 mil em 2016 para R$ 106,6 mil em 2017. E o mesmo trabalho continua em 2018. O número de funcionários também foi reduzido, passando de 462 em dezembro de 2015 para 407 em dezembro de 2017.

"Em uma instituição do porte da OAB/SC, essas novidades soam como grandes conquistas, pois nos colocam em um patamar mais à frente. Toda essa modernização em diferentes áreas possibilitou uma economia superior a R$ 2 milhões por ano para a instituição, reduzindo as despesas de custeio", informa o presidente.

Ajustes e racionalização, mas com qualidade nos serviços

O presidente Paulo Marcondes Brincas lembra que planejamento e foco permitiram superar dois anos muito difíceis de crise econômica no País, 2016 e 2017. “Conseguimos atravessar o período mais turbulento da economia brasileira com ótimos resultados. Os ajustes prosseguem, e posso garantir que, ao final da gestão, entregaremos uma instituição ainda mais moderna, eficiente e transparente”, afirma.

O diretor-tesoureiro Rafael Horn atribui o equilíbrio e superávit contábeis às diversas iniciativas de racionalização de recursos, economia e recuperação de receita, adotadas sem perder qualidade na prestação dos serviços pela Seccional, por intermédio do trabalho conjunto da Tesouraria com os demais setores da OAB/SC. “Conseguimos reduzir os níveis de inadimplência com a implantação da plataforma de Renegociação Online, que simplificou a forma de parcelamento e pagamento de dívidas, permitindo o uso de cartão de crédito, bem como investimos em tecnologia, para maior agilidade e eficiência na prestação de serviços à advocacia”, lembra Horn.

Com os resultados contábeis alcançados, os investimentos que a OAB/SC realizou no período foram focados em infraestrutura sustentável, tecnologia, inovação, capacitação e aprimoramento da advocacia. Por intermédio da Escola Superior de Advocacia de Santa Catarina (ESA) e das comissões de trabalho, de 2016 até agosto de 2018 foram mais de 415 mil participantes alcançados em cursos e eventos como congressos, seminários e palestras voltados a advogados e advogadas.

A Seccional também focou na estruturação tecnológica, investindo em modernização, com destaque para o inédito Portal da Transparência e para várias facilidades que passaram a ser oferecidas online aos advogados e advogadas: processo de Inscrição online nos quadros da Ordem, acesso ao webmail, área de serviços online à advocacia no site da OAB/SC, Central de Compras e Cotação Online, Portal de Renegociação Online, programa INSS Digital, e novo sistema de Intranet, ampliando a comunicação com a advocacia e as Subseções.

 

PRÓXIMA ->

Assessoria de Comunicação da OAB/SC



Últimas notícias